Notícias

Via Araucária dá dicas para viajar com segurança no feriado de Páscoa

Confira os cuidados listados pela concessionária para realizar uma viagem tranquila e segura ao longo das BRs-277/373/376/476 e PRs-418/423/427

Se você pretende viajar neste feriado de Páscoa ao longo dos 473 quilômetros de concessão da Via Araucária, que contempla as rodovias BRs-277/373/376/476 e PRs-418/423/427, é importante tomar alguns cuidados na direção. Outra dica é ficar atento aos benefícios tarifários concedidos e às operações a serem realizadas, como o papa-filas para poupar tempo dos viajantes. Dessa forma, é possível fazer uma viagem tranquila e, sobretudo, segura, para colecionar apenas boas memórias do feriadão.

A primeira sugestão da Via Araucária é programar a viagem tendo em vista os horários de pico, que são aqueles com grande circulação de veículos nas rodovias. Os momentos de maior movimento estão previstos para a quinta-feira (28), sexta-feira (29) e domingo (31). Na quinta-feira, antevéspera do feriado, espera-se um aumento significativo no tráfego entre 14h e 22h. Sexta-feira, o período de pico ocorre entre às 8h e às 14h. Já no domingo de Páscoa, a movimentação intensifica-se novamente, especialmente entre às 13h e às 22h, quando os viajantes iniciam seus retornos para casa.

Com o intuito de melhorar a segurança na rodovia BR-376, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) restringiu o tráfego de veículos de carga com largura máxima de 2,60 metros, altura máxima de 4,40 metros, comprimento total de 19,80 metros e peso bruto total de 58,5 toneladas em pista simples. As restrições ocorreram na quinta-feira (28) das 16 às 22h, sexta-feira (29) entre 06h até 12h e no domingo (31) das 16h às 22h.

Formas de pagamento

Para otimizar o tempo dos motoristas, a Via Araucária implementará o “papa-filas” durante todo o feriado. Colaboradores uniformizados e identificados pela concessionária abordarão os motoristas nas filas para fazer a cobrança da tarifa para quem quer pagar com dinheiro. Os usuários, que optarem pelo pagamento antecipado, apenas entregarão o ticket na cabine. Essa é uma medida que traz agilidade na cobrança.

Além disso, as pistas de cobrança automática estarão disponíveis para motoristas que possuem as tags (chip eletrônico autoadesivo, colado ao para-brisa) devidamente homologadas e, nas cabines manuais, é possível efetuar o pagamento em dinheiro ou com cartão de débito e crédito, por aproximação. A modalidade Visa Vale-Pedágio também é aceita.

Mais informações, pedido de socorro médico e mecânico podem ser realizados 24 horas pelo 0800 277 0 376. A Via Araucária também disponibiliza um canal de atendimento exclusivo, pelo WhatsApp, para pessoas com deficiência auditiva e de fala. O número é (41) 9 9519-0279.

Benefícios tarifários

Os usuários que trafegam nas rodovias administradas pela Via Araucária são contemplados com duas vantagens: o Desconto Básico de Tarifa (DBT) e o Desconto de Usuário Frequente (DUF).

Vale ressaltar que, para obter os descontos, é necessário ter instalado no veículo a tag que permite que os veículos passem pela pista automática de cobrança de pedágio. Para saber como adquirir o adesivo, acesse: Links Úteis – Via Araucária (viaaraucaria.com.br).

Veja como funcionam os descontos:

DBT – este benefício oferece 5% de desconto a todas as categorias de veículos,

independentemente da quantidade de viagens realizadas. Todo e qualquer veículo com tag sempre que passar por uma das cabines automáticas de pedágio, receberá 5% de abatimento no valor da tarifa.

DUF – contempla apenas veículos de passeio (automóvel, caminhonete e furgão; automóvel e caminhonete com semirreboque; automóvel e caminhonete com reboque). Esse benefício oferece uma redução adicional e progressiva no valor da tarifa a partir da segunda passagem pela mesma praça, no mesmo sentido, realizada dentro do mesmo mês. Quanto mais o usuário utiliza a rodovia, menor fica o valor do pedágio.

Cuidados ao viajar

Para evitar contratempos com o veículo, é essencial realizar a manutenção periódica. Especialmente, antes de viajar durante o feriado, é importante certificar de que os elementos fundamentais de segurança, como freios, faróis, luzes de sinalização, limpadores de para-brisa e lanternas, estejam em pleno funcionamento. Além disso, é importante verificar regularmente os níveis de água e óleo, assim como não viajar com pneus carecas e descalibrados, e sem a presença de estepe, macaco e triângulo para sinalização, caso necessário.

Sinalização e limites de velocidade

É muito importante lembrar que em cada trecho das rodovias existem limites de velocidade definidos e sinalizados conforme a legislação vigente. Desse modo, respeitá-los é crucial para evitar acidentes, garantindo a sua segurança e a dos demais motoristas.

Cinto de segurança

O cinto de segurança reduz o risco de morte em caso de acidentes. Fica o alerta, seja consciente e responsável: utilize o cinco e certifique-se de que todos os seus passageiros também usam.

Dirija com segurança

É fundamental dirigir descansado e seguir as regulamentações de trânsito para garantir a segurança de todos. Isso inclui não ultrapassar os limites de velocidade estabelecidos, manter uma distância adequada do veículo à frente e não usar o aparelho de celular. Verifique também se os documentos do veículo e do condutor estão em situação regular.

Estas precauções são essenciais para prevenir acidentes e garantir uma viagem tranquila para todos os usuários das rodovias.

Neste feriado de Páscoa, quem for viajar para o norte do estado, deve programar seu trajeto, lembrar das tarifas do pedágio, bem como formas de pagamento e benefícios concedidos aos usuários.

Fotos: https://drive.google.com/drive/folders/1uL_xTQ7GprALHT6Ed3BH_d7I9Hm3r5AS?usp=sharing

Créditos: Via Araucária

Sobre a Via Araucária

A Via Araucária é a concessionária responsável pela operação, manutenção e modernização do Lote 1 do Sistema Rodoviário do Estado do Paraná, abrangendo 473 quilômetros de rodovias federais e estaduais. Esse trecho inclui os contornos Norte e Sul de Curitiba, as interligações entre municípios da Região Metropolitana de Curitiba e a rota entre a capital e Guarapuava, no Centro-Sul do Paraná, entre outros segmentos viários.

O contrato de concessão assinado junto ao Governo Federal prevê investimentos da ordem de R$13,1 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implementação de tecnologias e inovações que contribuam para a prestação de serviços de alta qualidade. Para mais informações: www.viaaraucaria.com.br

(I)BR-277/PR:

– Do acesso oeste de Curitiba/PR até a Ponte sobre o Rio Barigui, em Curitiba/PR;

– Do entroncamento com a BR-476, no município de Curitiba/PR, até o entroncamento com a

BR-373/PR-452 (Relógio), em Prudentópolis/PR;

– Do entroncamento com a BR-277/PR-431, no município de Campo Largo/PR, até o entroncamento com a BR-277/PR-431 (Fim do Contorno de Campo Largo), em Balsa Nova/PR;

– Do acesso a Santa no município de Balsa Nova/PR, até o entroncamento com a PR-423, em Balsa Nova/PR.

(II)BR-373/PR:

– Do entroncamento com a BR-373/PR (Caetano) no município de Ponta Grossa/PR, até o entroncamento com a BR-277/PR (Relógio), em Prudentópolis/PR.

(III)BR-376/PR:

– Do entroncamento com a BR-476 (P/Araucária) no município de Curitiba/PR, até o

entroncamento com a BR-116/476 (Curitiba Sul/Pinheirinho), em Curitiba/PR.

(IV)BR-476/PR:

– Do entroncamento com a BR-376/277 (P/Araucária) no município de Curitiba/PR, até o entroncamento com a PR-427 (P/ Porto Amazonas), em Lapa/PR.

(V)PR-418:

– Do entroncamento com a BR-277/PR (Campo Comprido) no município de Curitiba/PR, até o entroncamento com a PR-417, em Colombo/PR.

(VI)PR-423:

– Do entroncamento com a BR-276 (Araucária) no município de Araucária/PR até o

entroncamento com a BR-277 (Pista Direita), em Campo Largo/PR.

(VII)PR-427:

– Do entroncamento com a BR-476 no município da Lapa/PR, até o entroncamento com a BR277, em Palmeira/PR.

Assessoria de Imprensa – Via Araucária

Lumière Comunicação

Giovana Chiquim Cereja – (41) 9 9583-4827

Fernanda Guimarães – (41) 9 8705-8239

E-mail: imprensaviaaraucaria@lumierecomunicacao.com.br

Você já conhece os benefícios de possuir uma tag (chip eletrônico para pagamento automático)?

Clique aqui e confira!