Notícias

Via Araucária avança na manutenção do Lote 1 de rodovias do Paraná

Nesta semana estão previstas a execução de fresagem, pavimentação e terraplanagem visando melhorar a infraestrutura viária

As rodovias que integram os 473 quilômetros do Lote 1 do Paraná (BRs-277, 373, 376, 476 e PRs-418, 423 e 427) estão recebendo, nesta semana, mais uma etapa das obras de fresagem, pavimentação e terraplanagem. O cronograma também inclui atividades de manutenção, como roçadas manuais e mecânicas, além da implantação de placas.

Os trabalhos de fresagem e recomposição de revestimento asfáltico estão programados para a BR-476, em Palmeira, e para a PR-423, entre os quilômetros 22 e 23, em Campo Largo. Já as atividades de terraplanagem serão realizadas no sentido decrescente da BR-373, em Ponta Grossa, e na PR-423, em Campo Largo.

Por fim, serão executadas atividades de recuperação do pavimento na BR-277, abrangendo diversas localidades, como Campo Largo, Palmeira, Prudentópolis e Irati. Essas intervenções visam melhorar a qualidade das rodovias, garantindo uma viagem mais segura e confortável para os motoristas.

Além das melhorias estruturais, continuam as ações de manutenção e conservação, que incluem a limpeza de placas de sinalização, a pintura de estruturas viárias e a implementação de sistemas de drenagem multifuncional. Todos os serviços mencionados estão em conformidade com o contrato de concessão firmado com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e possuem um prazo de conclusão de até 12 meses.

Confira o cronograma completo das obras programadas para esta semana.

Orientações

A Via Araucária pede aos motoristas que redobrem a atenção e reduzam a velocidade ao passarem por trechos em obras, os quais estarão devidamente sinalizados conforme as normas vigentes de legislação. A concessionária destaca que as atividades programadas podem sofrer alterações devido a necessidades operacionais ou condições climáticas. As atualizações sobre as atividades são divulgadas diariamente no perfil da concessionária no Instagram (@araucariavia), e através do canal do WhatsApp. Os usuários também têm a opção de visitar o site www.viaaraucaria.com.br ou entrar em contato pelo número 0800 277 0 376, disponível 24 horas por dia.

Atendimento a ocorrências

Entre os dias 20 e 26 de maio, a concessionária atendeu a um total de 632 ocorrências, incluindo 210 casos de panes mecânicas, 19 de panes elétricas, 50 de sinistros e 20 atendimentos clínicos.

Restauração do pavimento

Com os trabalhos de recomposição do pavimento, foram utilizadas 7.677, 8 toneladas de massa asfáltica (CAUQ) e 399,2 toneladas de asfalto de borracha (CAP) para corrigir as patologias. Foram reparados 44,1 quilômetros de faixa.

Terraplanagem

Ao longo da última semana, a equipe da Via Araucária restaurou um ponto crítico, através da escavação total de 574 m³ e compactação de 434 m³ de aterro.

Limpeza e manutenção

No período de 20 a 23 de maio, foram realizadas operações de limpeza e pintura de estruturas de concreto, totalizando 706 m. Além disso, foram adicionados 143 m² de placas e instalados 1.273 elementos de proteção e segurança (EPS).

Restauração da Drenagem Superficial e Remoção de Resíduos

Além das atividades mencionadas, houve a restauração de 748 m de drenagem superficial. Também foi feita a limpeza de uma extensão de 1.740 m. Adicionalmente, as equipes de conservação da concessionária recolheram 7 toneladas de resíduos ao longo das rodovias concessionadas.

Fotos: Imagens Via Araucária – Obras – Google Drive[LF1] 

Créditos: Via Araucária

Sobre a Via Araucária

A Via Araucária é a concessionária responsável pela operação, manutenção e
modernização do Lote 1 do Sistema Rodoviário do Estado do Paraná, abrangendo
473 quilômetros de rodovias federais e estaduais. Esse trecho inclui os contornos
Norte e Sul de Curitiba, as interligações entre municípios da Região Metropolitana de Curitiba e a rota entre a capital e Guarapuava, no Centro-Sul do Paraná, entre outros segmentos viários. O contrato de concessão assinado junto ao Governo Federal prevê investimentos da ordem de R$13,1 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implementação de tecnologias e inovações que contribuam para a prestação de serviços de alta qualidade. Para mais informações: www.viaaraucaria.com.br

(I) BR-277/PR:
– Do acesso oeste de Curitiba/PR até a Ponte sobre o Rio Barigui, em Curitiba/PR;
– Do entroncamento com a BR-476, no município de Curitiba/PR, até o
entroncamento com a BR-373/PR-452 (Relógio), em Prudentópolis/PR;
– Do entroncamento com a BR-277/PR-431, no município de Campo Largo/PR, até o entroncamento com a BR-277/PR-431 (Fim do Contorno de Campo Largo), em Balsa Nova/PR;
– Do acesso a Santa no município de Balsa Nova/PR, até o entroncamento com a
PR-423, em Balsa Nova/PR.
(II) BR-373/PR:
– Do entroncamento com a BR-373/PR (Caetano) no município de Ponta Grossa/PR,
até o entroncamento com a BR-277/PR (Relógio), em Prudentópolis/PR.
(III) BR-376/PR:
– Do entroncamento com a BR-476 (P/Araucária) no município de Curitiba/PR, até o
entroncamento com a BR-116/476 (Curitiba Sul/Pinheirinho), em Curitiba/PR.
(IV) BR-476/PR:
– Do entroncamento com a BR-376/277 (P/Araucária) no município de Curitiba/PR,
até o entroncamento com a PR-427 (P/ Porto Amazonas), em Lapa/PR.
(V) PR-418:
– Do entroncamento com a BR-277/PR (Campo Comprido) no município de
Curitiba/PR, até o entroncamento com a PR-417, em Colombo/PR.
(VI) PR-423:
– Do entroncamento com a BR-276 (Araucária) no município de Araucária/PR até o
entroncamento com a BR-277 (Pista Direita), em Campo Largo/PR.
(VII) PR-427:
– Do entroncamento com a BR-476 no município da Lapa/PR, até o entroncamento
com a BR-277, em Palmeira/PR.

Siga a Via Araucária nas redes:
https://www.linkedin.com/company/viaarauc%C3%A1ria
https://www.youtube.com/@viaaraucaria
https://www.instagram.com/araucariavia

Assessoria de Imprensa – Via Araucária
Lumière Comunicação
Giovana Chiquim Cereja – (41) 9 9583-4827
Fernanda Guimarães – (41) 9 8705-8239
E-mail: imprensaviaaraucaria@lumierecomunicacao.com.br

Você já conhece os benefícios de possuir uma tag (chip eletrônico para pagamento automático)?

Clique aqui e confira!